Header Ads

CUIDADO AO COMPRAR UM NOTEBOOK DA SONY VAIO NO BRASIL, POIS ELE NA VERDADE É DA POSITIVO!




Cuidado! Pois tudo no Brasil necessita ser verificado e reverificado sempre, para que no final, não se tenha sustos desnecessários. 

Brasil - Online Revista - 20 de Agosto de 2017 00:42 - Fonte: Online Revista

Esta semana recebemos uma denúncia, na qual um consumidor realizou a compra de um computador Sony Vaio Core i7 com HD de 01 Tera e 08 Gigas de Memória RAM na loja Ponto Frio.  Como se pode verificar na imagem abaixo, tudo aparentemente muito certo e uma super máquina por sinal que faz jus aos seus mais de 4 MIL REAIS (valor de revenda no Brasil com tributação de quase 39%).


Mas assim que realizou o pagamento, o responsável pelo estoque do Ponto Frio, solicitou que o consumidor realizasse a verificação do produto (sempre verifique todo o produto). Como o consumidor é empresário e analista de sistemas, realizou todos os testes iniciais de praxe.

1. Verificar se possui arranhados no computador
2. Verificar se o computador está funcionando, o ligando
3. Verificar a integridade da caixa e dos lacres do produto (de fábrica)

A caixa se encontrava um pouco amassada e os lacres já pareciam ter sido abertos o que deixou o consumidor um pouco desconfiado. Parecia que aquele produto já tinha sido comercializado a outra pessoa (o que possivelmente, de  fato tenha ocorrido). Mas como o equipamento estava dentro do plástico, com o carregador ainda com seus respectivos selos, devidamente embalado e corretamente preso (os fios como nunca usados) e rigorosamente organizados; o aparelho não tinha nenhum arranhão, mas já apresentava marcas (poucas) de gordura das mãos. O consumidor logo já desconfiado, pediu para ligar o aparelho e o funcionário responsável pelo estoque informou que o aparelho estava com a bateria descarregada. Logo, o consumidor pegou o carregador e conectou a uma tomada alimentando assim, o notebook Sony Vaio. Destaca-se que o vendedor deixou bem claro, em todos os momentos que o notebook era da Sony e que por este motivo, tinha o seu valor quase que o dobro dos demais em sua linha. O consumidor ainda disse assim: "Sony é Sony, japonês não tem susto e não dá problemas, nunca". Então, já desconfiado que não tivera realizado uma boa compra, o consumidor pegou o aparelho em suas mãos e ficou estarrecido com o peso do produto (muito leve por ser um notebook original da Sony Vaio). Ao ligar, novas surpresas, demorou bem mais do que o esperado para ligar. Destaca-se o fato de que o vendedor mostrou várias e várias vezes a "velocidade" que diferenciava o Sony Vaio dos demais computadores. Com tudo verificado, configuração conferida e o equipamento funcionando, o consumidor deixa a loja do Ponto Frio e dirigi-se para sua residência.


Mas ao chegar em sua residência, uma nova surpresa ao tentar se conectar à Internet, TELA AZUL. Após reiniciar várias vezes, o mesmo erro. E ao verificar o erro, o consumidor é surpreendido por uma informação nunca divulgada em qualquer meio de comunicação que seja: a Positivo quem fabrica os computadores da Sony Vaio no Brasil.


Vejam o tamanho do absurdo: Vaio e VAIO são marcas registradas da Sony Corporation. Os computadores VAIO no Brasil são fabricados pela POSITIVO INFORMÁTICA S.A. seguindo todos os padrões que garantem a qualidade da VAIO. No entanto, em local algum, em toda a embalagem do produto, se verificou esta informação. Em todo o produto, não se tem qualquer referência que seja sobre a POSITIVO ser a fabricante. Apenas é informado tal absurdo na última página do manual do usuário que vem dentro da caixa, quase que escondido. O vendedor se quer informou tal fato no ato da compra.

Ao ser questionado, o Gerente do Ponto Frio, disse o seguinte: "não é informado pois caso contrário ninguém comprará os notebooks da Sony Vaio". Logo ele se dispôs imediatamente a realizar a devolução do dinheiro ou a substituição do produto, por outro a escolha do consumidor, como o mesmo, retornou ainda dentro do prazo das 24 horas para reclamar, após a concretização do negócio.

Segundo o presidente da Positivo, Hélio Bruck Rotenberg, a parceria internacional é um motivo de orgulho do time: “Enxergamos excelentes oportunidades, especialmente pela sinergia e complementariedade de portfólios de VAIO e Positivo, que nos fortalece ao possibilitar atendermos a distintas necessidades de uso dos consumidores brasileiros”.

Fica o alerta a todos vocês que trabalham com tecnologia e querem uma máquina de qualidade, independentemente do seu valor, que ao comprar um Sony Vaio vai levar um equipamento muito fraco, de péssima qualidade como tudo que a Positivo produz no Brasil (servem apenas para acessar e muito mal por sinal, a Internet) e com peças de terceira linha. É o mais sincero feedback que podemos dar a todos vocês, além claro, de serem completamente enganados. Pois uma empresa que esconde tais informações já é péssima apenas por si mesma, independentemente do "lixo" de VAIO que produzem. O HD é de péssima qualidade, faz muito barulho, o processador superaquece facilmente e todos os recursos da placa-mãe, que também é de péssima qualidade, são utilizados em seus extremos.





Gostou da Reportagem? Não esqueça de curtir nossa página pelo Facebook! 
Este é o nosso maior pagamento.



Nenhum comentário

Comente utilizando a sua conta junto ao Facebook: