Header Ads

BRUNO BORGES - VÁRIOS TEXTOS REVELADOS AQUI E SEM QUALQUER SEGREDO QUE PODERIA MUDAR O MUNDO!!!




Cicada 3301 aparece em destaque no quarto de Bruno Borges

Bruno Borges pode ter resolvido um dos enigmas do Cicada 3301 ou ele pode ser o enigma do Cicada, que lança normalmente 1 enigma por ano. E para tentarmos entender o que pode ter ocorrido, resolvemos investigar a fundo o quarto do jovem desaparecido, pelos vídeos que foram divulgados.



Mas ao descriptografarmos vários textos, que possivelmente devem ser os principais, visto que os números dos livros que estão faltando na mesa foram fixados (suas páginas) nas pareces, não encontramos nada de fantástico ou que tenha alguma "verdade oculta" que realmente seja capaz de mudar o mundo. Apenas textos e imagens que, aparentemente, como se pode verificar abaixo, não trazem nada de significativo. 



Se a estabilização não é totalmente positiva, nem tampouco o sobrecarregamento e a atrofiação, então na G.E não existe positividade alguma? Esta é a dúvida que eu espero do leitor. Pois sabemos que possivelmente vão se confundir e até esquecer o objetivo teórico que nos centramos da criatividade. A G.E existe e tem inúmeras positividades. Contudo, estamos a falar de sua funcionalidade para aqueles que não são criadores, tanto quanto as possibilidades de diversificações sobre os níveis de criatividade. Lembrem-se, teoria da Limitação Criativa. Com uma grade estabilizada, a lei que moldamos lá em cima não entra em tona.



Apelemos agora para o outro ponto de vista, não faz sentido uma pessoa no C.F ou Contínuo Ilusório já ter migrado sobre o C.D ou Contínuo Paradoxal, pois quem descobre uma mina de ouro não ignora e a põe de lado. Se o ser humano é dotado de uma inteligência diferenciada dos outros animais, então convém salientar que o aprimoramento da mesma, estando alinhada e vinculada ao C.D e seu Contínuo Paradoxal, faz com que a pessoa que ali se incute perceba que este realmente é o verdadeiro sentido da vida e a causa de viver, portanto, aqueles que se encontram longe dessa primazia, estão muito mais iludidos e alienados que os outros.
Em respeito a dissimulação dos que estão acima para poder se relacionar com o resto da massa e não ser atacada por ela, podemos perceber uma clara mensagem de Platão sobre este assunto.

C.F = Caminho Fácil

C.D = Caminho Difícil



[..] conhecimento e sabedoria, deixando de procurar a verdade máxima, fazendo mais parte do caminho fácil do que do difícil. Estaria o próprio Cristo fazendo alusão as consequências de não ir atrás da verdade?
Em suma, caminho fácil é aquele extremamente mecanizado isento de qualquer criatividade ou pensamento diferente que lhes traga dúvidas e dificuldades, é aquela rota que sempre segue linhas já estabelecidas. E, para seguir essa estabilidade isenta da investigação, não precisa ser apenas um sujeito que não corre atrás de encontrá-la, um ignorante; pseudo-filósofo; cético ateísta ou religioso; poder-se-ia ver que até mesmo os prodígios e autodidatas costumam seguir o caminho fácil. Assim, observar-se-á uma passagem do livro “Cinco mentes para o futuro”, de Howard Gardner:


“Curiosamente, os prodígios em uma esfera raramente acabam sendo criadores. Desde muito pequenos, os prodígios são recompensados por fazer exatamente o que os adultos em seu campo estavam fazendo, de forma que é necessário refazer a si mesmo – em uma brusca mudança de objetivos, orientação e motivação – para partir em direções novas e inexploradas. de Camille Saint-Saëns, um prodígio musical já com idade, que nunca realizou completamente sua promessa inicial, foi dito espirituosamente: “Ele tem tudo, mas falta-lhe inexperiência”.



A
LOUCURA
13/07/2014
SUMÁRIO
PREFÁCIO

CAPÍTULO I – APRESENTAÇÃO
CAPÍTULO II – DA NATUREZA DOS VÍNCULOS
CAPÍTULO III – DOS HOC HOMENS QUE LIGAM-SE AOS VÍNCULOS
CAPÍTULO IV – REPRESENTAÇÃO SIMBÓLICA DAS LEIS VINCULATIVAS E SUAS VIRTUDES
CAPÍTULO V – DAS TRÊS LEIS DE ENZO E DAS VÍNCULOS A PRIORI
CAPÍTULO VI – DOS VÍNCULOS A LOUCURA


Curiosidades: O Brvno escreveu: “U PRIORI” mas o (U) está em forma de (A).



[..] criação de um vínculo que ainda não existe costuma ser saudável para o criador, pois aquele que cria tende a obter vínculos mais originais do que o homem que se deleita com um elo já originado. Pois vai de frente com as leis do universo, onde tudo é relativo e está em eterna mudança. Tais teorias foram defendidas pelo filósofo grego pré-socrático Heráclito de Éfeso, que dizia que tudo estava em mudança. O homem ocioso deleita-se sobre o fracasso, já o criador encontra em seus próprios inventos, que são frutos de suor e dedicação, a própria virtude.

Acredita-se, hoje, que cerca de 8 mil anos atrás o homem desenvolveu a linguagem escrita. E que, dado a isso, a complexidade, ou número de bits de informação no DNA tenha crescido enormemente a ponto de causar a grande mudança no intelecto e desenvolvimento do ser humano. A criação de vínculos pelo homem sofre um contínuo. Isso prediz que a cada minuto que se passa no início do século XXI nós estamos gerando centenas de vínculos novos, recheados das mais diversas idéias, conceitos e informações. Talvez, sugiro eu, quanto mais vínculos novos dotados de informações forem surgindo, mais os novos seres humanos nascerão com uma pré-disposição ou alteração genética para serem capazes de absorvê-los. Uma base que sustentaria a explicação do número de crianças com habilidades extraordinárias no mundo atual. Daí que se resulta a inevitável perfeição da natureza.



Atrofiada

“Alguém um dia falou: ” A melhor maneira de atenuar o instinto é aprimorar o intelecto.” Decerto, acreditando ter sido Freud, a grade atrofiada dele neste intento. Ora, como terá o intelecto aprimorado se carece de informações, tal como as formas e os conhecimentos?

Na grade atrofiada estamos lidando com uma linguagem, a ignorância e carência de conhecimento rico, por conseguinte as consequências estão em ser facilmente estimulados pelo meio do seu redor. Assim como agir de maneira rude, bárbara e em prol dos seus interesses, excomungado a filosofia. Não obstante, todo caso merece exceção e nada deve ser generalizado. Não obstante, serve de antero à posição de que muitos, na grade atrofiada, acabam se tornando humildes, pessoas com muita serventia e _______. Pois que, pouca informação gera probabilidade de ficar na base da pirâmide financeira e social. Mas este tipo de humildade é justamente aquela que carece de aprimoramento cognitivo e se curva ante aos que sobrepujam-se, e quanto a isto torna-se perceptível para o curvo. Muito melhor seria a humildade aliada com uma alta barganha de informações e uma criatividade impetuosa. Pois quanto maior é o nível do saber de uma pessoa, mais valor da à humanidade que este corteja, tornando-se mérito pela prática que faz de suas teorias adquiridas.”





“Os da G.A, no que tange aos criadores, tem acesso tanto a natureza física – pelo fato da G.A ser progresso da G.E – quanto a natureza oculta, ou seja, ao mundo abstrato e subjetivo, ao adentramento no mundo das ideias de Platão. E a única maneira de ter acesso a isto é pela criatividade e pela da criação, utilizando-se mais do hemisfério direito. Recebendo menos influência dos estímulos externos como tentativa de manipular suas ações. Liberando a verdadeira contemplação da natureza e das coisas. Obviamente, isto diz respeito também a ter formas de pensamentos diferenciados.”



“Com as informações interconectadas, ao invés de rejeitadas ou negadas, além do indivíduo ampliar o seu poder criativo e absorver mais conhecimentos, ele terá o maior número de interpretações mutuamente. Neste momento a G.A já pode estar originada ou em fase de desenvolvimento. E quanto as rejeições ou negações das informações, é o mesmo que o indivíduo não utilizar em proveito da G.E a absorção de conhecimentos e formas que ele faz, muito menos pegar seu excesso e se por a criar. Lembrando que é justo nelas aquilo que se é desprezível dentro de um contexto, porém, também o é aceitar em toda linha individual que se há algo para extrair de útil. Por isso refutamos assiduamente o comportamento que prega poda dicotomia.”


“Trabalhando dentro da G.A e potencializando a ideia criativa a ser originada”



FORMAS


A primeira são as formas, que muito simples, basta entender que ela diz respeito particularmente ao mundo externo e a tudo aquilo que vai alimentar seus órgãos sensoriais, seja por meio da audição, da visão (principal via), do toque, do gosto ou aroma. em outras palavras,  tudo o que você pode tirar de proveito do mundo em que vive… conhecimento.”



“TCE”

Teoria
Comportamental
En[?]iana *(Talvez Enkiana)*
Filosofia do comportamento

2

[…]: interpessoal, [etc*], será trabalhada e reconhecida
por ser portador quando este conseguir se
conhecer de maneira plena.

Com isto, e sabendo que no limiar de nossa teoria esta
o ato de autoconhecimento para provocar uma ação mais
subjetiva, alterando o meio mais do que o meio, alterando
de maneira determinista o ser, e que se faz necessário, em
um momento porvir, demonstrar que as [im*] tem papel nesta
unificação.

Em outras palavras, nosso papel fundamental aqui é
mostrar que o autoconhecimento leva a ser menos
influenciado pelo meio e ter mais das carateristicas
inatas, e isto leva em conta o descobrimento de sua
inteligencia [im*]. E que a falta de autoconhecimento,
por sua vez, leva a ser mais influenciado pelo meio
e menos pelas caracteristicas inatas e das [im*].

Assim, descobrir-se a si mesmo despertara suas paixões e
vocações [(im)*] e lhe levará ao intimo biológico no qual
foi dotado nesta vida.

Consequentemente, tem mais livre arbitrio quem se conhece,
sendo menos influenciado pelo meio. E esta mais sujeito ao
determinismo aquele cujo conhecer-se se ofusca, sendo menos
passível* de agir livremente ante a materia circundante.

Agora, fica obvio que de tudo isto, pela logica, todos nós
tendemos a acreditar, por isso* o objetivo deste estudo se
efetua com logro, quando utilizamos estes postulamos que bem
acreditamos para unir as teorias e explicar o porque de seus
confrontos assiduos.

Na verdade, não uniremos teoria alguma aqui, apenas colocaremos
os pontos positivos delas em voga, e, feito isto, dispersaremos
os aspectos negativos pelos quais eles apresentaram-se e eram
responsaveis não somente pelas nulidades que advinham do
confronto das mesmas entre si.

PSICANALISE

Dito entorno das im*, é preciso, agora, pois, abordar o que
tange a psicanalise.
Aqui, é muito simples, visto que só terá respaldo para nós,
entre este conhecimento rico, a conceitualização bem como
o entendimento do id: ego e superego. Termos estes que foram
cunhados pelo pioneiro nesta area, Freud.
Seguindo uma ordem sutil, temos o id, este porventura é um
principio instintivo ou principio do prazer que existe em
todos nós. pode ser intendida como o ato de satisfazer […]

Caso alguém desconheça as palavras:

-limiar: Início; o começo, o primeiro estágio; o momento inicial.

-porvir: O futuro; aquilo que ainda pode acontecer; o que está -prestes a ocorrer.

-circundante: Derivado de circundar, relativo à ação de estar algo ou alguém ao redor ou derredor, próximo.

-logro: Ação ou efeito de lograr; fruição. Aquilo que se conseguiu ganhar; ganho ou lucro.

-postulamos: imploramos, obsecramos, pedimos, rogamos.

-assíduos: pontual; aquele que cumpre determinado prazo de tempo para determinada tarefa; que se faz presente.

-voga: Estar em Voga é estar em ênfase, em destaque, em evidência.

-nulidades: Nulidade é a falta de validade, o estado ou qualidade do que é nulo.


-respaldo: Respaldo é sinônimo de: espaldar, respaldar, espalda, recosto, encosto, costas.








Introdução

Eu posso dizer que tive muita sorte em decorrer sobre este tema. Tudo começou com a tentativa de criar um livro melhor que os meus antecedentes. Se bem que eu ainda não
tenho nenhum livro completamente escrito. Entretanto, a excitação em escrever sobre um tema único me fizera delinear sobre um possível ensaio. Com o único objetivo melhorar a escrita e me fazer sentir preparado para livro a tanto esperado. Sim, isto mesmo! Este ensaio foi como se pode dizer, um “freestyle”, algo que corriqueiramente foi pensado de imediato, e começou com uma jogatina para ver se meu português estava fluente e transcorrendo de forma direta para o leitor. Assim que comecei a escrever, pensei em coisas diferentes do tema que eu queria. Antes era apenas como forma de rascunho, mas nas primeiras linhas logo me deparei com uma ideia nova, tanto quanto uma boa possibilidade de ter sucesso dobrado ainda não escrevi o livro que desejava, mas este já foi para mim uma amostra de um ilimitado potencial que tenho ao longo da vida. As perguntas que escolhi neste ensaio, são justamente aquelas que aperceao ofuscada nos tempos atuais incrivel quando estudamos a historia e descobrimos que os
antigos ponderavam em respeito a tais questões muito mais que os novos e que com o
avanço tecnologico e as facilidades de vida o tempo parado das pessoas não os fazem
agir com impeto para sanar tais questões sendo que se os seres humanos que tem sua

vida facilitada e se encontram no comodismo buscassem apreender respostas para tais […]



Vimos que o caminho fácil é uma reta, sem curvas, retilínea e uniforme. No entando, o caminho difícil é apresentado como tendo inúmeras curvaturas, e justamente por não ser uniforme, não se pode ver o fim. Diferentemente da ilusão acarretada nos que seguem o caminho fácil em achar que estão vendo o final da trilha, este novo rumo será cheio de barreiras e poucos são os que determinam a elas. Para se ter uma devida noção do quão ardiloso é permear este percurso assim como glorioso e virtuoso, basta que nos baseemos na vida de grandes homens que vieram para a Terra.  Contudo, é necessário primeiro apreender quanto as formas de seguir essa direção. E elas serão divididas em duas também […] 



Convêm agora delinear as outras visitas, sendo contrarias aquelas. bom, não ha muito o que se transpor aqui, uma vez que já falamos sobre o meio social e o lugar que pertence sua grande maioria, então estarão aqueles do c.d a todo instante visitando os costumes dos caminho fácil, e e por essa ação costumeira que se vos apresenta a fidelidade excelsa dos próprios, pois que, se tudo indica que eles estão a toda hora a visitar o caminho fácil, por este ultimo ser maioria e os cercarem, então eles já teriam disposições para decidir



Uma vez que a normalidade se apresenta como um padrão retilíneo e uniforme, e por conseguinte e a causa do agir das massas, logo os do caminho fácil estão mais para ela do que os do caminho difícil. Consequentemente estes últimos tendem a termais disponibilidades de se extraviar, indo para a extremidade tanto da lucidez quanto da insanidade. Todavia, lembre se que o dito “normal” aqui não quer dizer algo exatamente “opositivo”, mas sim faz alusão ao modo que interpretam as pessoas ao derredor do que é agir de forra aceita em um sociedade. Acresce que esta maneira habitual de enxergar a normalidade é somada ao método incutido pela mídia e pelos outros particípios do senso comum para como como você deve se manifestar no ambiente social. Ademais, convém com isto alegar a possibilidade aflorada dos que seguem o padrão reto da normalidade estarem somadas aos do caminho difícil, que por sua vez resulta na alienação, contudo, que fique claro que nem sempre é generalizado, podendo diferentemente, ser algo produtivo e benéfico.

É de cunho pertinente alegar antes de mais nada que as extremidades são muito mais plausíveis de se acontecerem — independente dos caminhos a se seguir em suas máximas — nos “contínuos”. Ora, eles são o ponto extremo das duas trilhas então, decerto é por eles que se pode alcançar um dos dois picos…



QUADRO DE APRECIAÇÕES
ser campeão desapreciado
ser campeão apreciado
apreciar campeões apreciados
desapreciar campeões apreciados
apreciar campeões desapreciados

desapreciar campeões dsapreciadose



Caminho difícil

Por milhares de anos o ser-humano vem tentando encontrar respostas para perguntas como “qual o sentido da vida”? A filosofia que, ao que tudo indica, parece ter se iniciado com Tales de Mileto em meados de 700 a.C, visa encontrar vestígios de perguntas sem respostas. A pesquisa profunda pela verdade absoluta advém da filosofia, e quando falamos a respeito de caminhos fáceis ou difíceis, estamos nos referindo a esse tipo de teorema.

É fácil aceitar o que desde criança te ensinaram que é errado, difícil é quando adulto, entender que te ensinaram errado o que desde criança você suspeitou que fosse correto. Em outras palavras, se você se enquadra em alguém cujos estímulos de meio lhe determinaram certo comportamento, fazendo com que estivesse a merce de crenças já pro vidas e bem estabelecidas em dogmas e rituais, com uma massa concentrada de pessoas nela; ou, permitindo-o ficar no conformismo, aceitando o conceito de felicidade e de sentido da vida embutido pela mídia e pela sociedade, então claramente você faz parte do caminho fácil para a busca pela verdade absoluta. Acaso se enquadre na segunda opção, ou seja, aquele que suspeitava de todo conjunto de crenças que lhe foi enraizado, então este tem tudo para ser um investigador da veracidade nas coisas ao seu redor, entrando em um caminho mais complicado, no qual uma minoria se arrisca ou enfrenta com bravura […]





Redação: Diego Lincoln
Revisão e Adequação Jurídica: César Chagas
Revisão Técnica: Gabriel Santos
Fonte Primária de Pesquisa: Online Revista - Diego Campos




Uma das únicas revistas online que é mensalmente impressa, Notícia & Verdade está de olho nas principais notícias do Brasil e do Mundo.




Gostou da Reportagem? Não esqueça de curtir nossa página pelo Facebook! 
Este é o nosso maior pagamento.


4 comentários:

  1. Este sujeito fala fala e fala e não chega a lugar algum. Além de fraude é uma decepção como pessoa.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Decepção é alguém como você se conformar com uma só verdade em vez de dar espaço para duvida ou algo mais válido que ela. Duvido muito que tenha lido tudo ou se disser que leu, atrevo dizer que é um analfabeto.
      O que o jovem rapaz pesquisou foi algo que o permitiu buscar respostas, nada vem de graça e o que ele fez certamente não foi em vão.

      Excluir
  2. Na verdade o que este rapaz quis repassar ai, é que a maioria não entende que, as pessoas são como um trem em um trilho sem rumo na estrada da vida, e na estrada por onde passam, todos os vagões "pessoas" passam igualmente sem suspeitar nada, nem pra onde vai, nem porque vai, apenas sem pedir estão indo, porem alguns desses vagões "pessoas" podem parar e suspeitar não seguir o mesmo rumo, e entender o porque das coisas, pessoas foram dada a privilégios de pensar raciocinar criar sentir ter a percepção da existência, ter consciência, se assim, você caro amigo que esta lendo isto agora, acha justo ter vivido com tantas pessoas queridas em sua vida, e ter visto elas partirem da sua vida sem você poder fazer nada? a vida é uma caixinha de surpresa, basta ter curiosidade e seguir, porque nada é impossível em um mundo repleto de possibilidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente! A principio é de berço que dúvida é sinônimo de complicação que muitos banalizam, sendo assim, fazendo muitos desanimarem quando desde cedo já apresentam o dom da filosofia. Lógica é algo impensável quando se depara com um ser desfavorido dela, levando um "Bruno Borges" de muitos outros por aí, num isolamento pessoal sem contato com mentes brilhantes. Deveria que mentes assim fossem inteligadas, porem infelizmente não é...

      Excluir

Comente utilizando a sua conta junto ao Facebook: